Arquivo da categoria: Dicas de Viagens

Dicas como roupas, documentos, vacinas, dinheiro e tudo que você precisa saber para viajar tranquilamente para seu destino

Você sabia que para viajar, as vezes é preciso visitar um médico?

IMG_20150211_160529352_HDR

Você que como nós, adora viajar e gosta de visitar lugares de todos os tipos, desde os mais visitados até os mais exóticos, precisa além de todo o planejamento da viagem como: passagens, roteiro e hospedagem, considerar também o tópico saúde.

Muitos não pensam neste aspecto da viagem, mas vários países possuem epidemias e algumas doenças que podem ser transmitidas durante uma viagem e, com planejamento, podemos evitar dores de cabeça.

Além das epidemias, muitos países exigem algumas vacinas para entrada no país. Hoje a única que é exigida internacionalmente para alguns países é a Vacina de Febre Amarela e deve ser apresentado o CIVP (Comprovante Internacional de Vacinação ou Profilaxia). Ah, lembrando… Não é preciso ir muito longe para isso, pois para entrar em Manaus, é necessária a vacina.

A febre amarela é transmitida pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A única forma de evitar a doença é com a vacinação. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde e nos postos de vacinação da Anvisa, em qualquer época do ano. Ela deve ser aplicada dez dias antes da viagem para as áreas de risco de transmissão da doença e tem validade de 10 anos.

A boa noticia é que existe um suporte para o antes e o depois da sua viagem. A Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) dispõe de uma área no Hospital Universitário da UNIFESP – Hospital São Paulo, onde turistas de lazer ou de negócios, sejam praticantes de esportes, adeptos do ecoturismo ou apenas visitantes. Um ambulatório especializado que atua na prevenção, imunização e tratamento das chamadas doenças do viajante.

O ambulatório não é muito divulgado, mas é fácil conseguir uma consulta. Entrei em contato na segunda-feira e agendei para a quarta-feira da mesma semana. O horário de atendimento é chatinho para quem trabalha, mas para quem vai fazer uma viagem longa e um pouco fora dos “padrões” vale a pena se prevenir. Até por que as pessoas vêm e vão e os casos da gripe A H1 N1 são exemplos que as epidemias se espalham e que as doenças estão em todos os lugares.

Além disso, em vários lugares do mundo você encontra uma clínica de medicina do viajante e pode consultar no site www.istm.org, campo ISTM activities/Global Travel Clinic Directory. É sempre bom saber quem procurar numa
ocasião de emergência.

Links para consulta:

http://istmsite.membershipsoftware.org/AF_CstmClinicDirectory.asp

http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/viajante/viaja_atendimento.htm

http://dgi.unifesp.br/sites/comunicacao/index.php?c=Noticia&m=ler&cod=4b92dffc

http://www.anvisa.gov.br/viajante

Hospedagem barata e de última hora! Sim, você pode

Para muitos, a primeira grande tarefa de uma viagem é a hospedagem. Não posso dizer isso no meu caso, pois com espírito mochileiro, meu primeiro e único ímpeto a fazer antes de viajar é comprar a passagem de ida. Porém, existem ocasiões em que é realmente muito necessário reservar a hospedagem dos destinos.

Aqui vão alguns casos em que deveria reservar a hospedagem anteriormente:

– Viagem com crianças: Importante checar se infraestrutura do local oferece facilidades como: trocadores, cozinhas com micro-ondas, berço, monitores, playground, etc.

– Viagem em alta-temporada: Viagens no ano novo, carnaval e outros feriados. É muito provável que você tenha de rodar muito a cidade para encontrar um bom local para se hospedar nestas datas. Então, faça antes e evite dor de cabeça.

– Destinos que você não conhece: Procure saber um mínimo do local onde você está indo para saber se é preciso reservar uma hospedagem antes. Em julho, a Europa ferve e destinos como Veneza são lotados. Outro exemplo é o Butão, que não é possível acessar o país sem um local de hospedagem já reservado. É comum, em países que expedem o visto no momento da chegada, que perguntem qual será sua hospedagem. Neste caso, mesmo que você não tenha uma reserva, tenha sempre em mãos o nome de um local de possível estadia.

– Companhia sem espirito mochileiro: Respeite sempre os limites das pessoas com quem está viajando. Se elas não estão dispostas a ficar procurando um local, reserve antes.

E qual a melhor maneira de se encontrar um bom local para se hospedar?

???????????????????????????????

Atualmente, existe uma infinidade de sites que facilitam este trabalho. Uma série deles lista hospedagem por padrão de qualidade, custo, tipo de propriedade e até avaliação dos hospedes. Nunca subestime os comentários dos hospedes, pois estas informações são fundamentais no momento de decidir o local a reservar.

Existe uma diferença entre sites como decolar, onde você reserva e faz o pagamento pelo próprio site. E outros como o booking, onde para a maioria dos casos você simplesmente reserva, com a opção de pagar apenas quando chegar ao local. Mas fique atento, o próprio booking oferece promoções de preços mais baratos para reservas pagas antecipadamente. Vale a pena pesquisa.

http://www.tripadvisor.com.br/

http://www.booking.com/

http://www.decolar.com/

http://www.trivago.com.br/

Ainda não é muito comum entre os brasileiros utilizarem o site AirBnB para fazer reserva. Esta é uma excelente opção para hospedagem a baixo custo. Funciona da seguinte maneira: Proprietários disponibilizam seus imóveis para locações de curta duração (na maioria dos casos). Os imóveis normalmente estão mobiliados e tem um custo bem acessível. Para se ter ideia, é possível alugar um bom apartamento a poucas quadras da praia de Ipanema por R$ 100,00 a diária. Antes de alugar, leia os comentários do local e a reputação do locatário.

https://www.airbnb.com.br

O última opção é pesquisar por sites locais que normalmente listam todas as pousadas e hotéis de uma determinada cidade ou região. Este método funciona muito bem para destinos brasileiros e normalmente tenho sucesso em conseguir vagas inclusive em alta temporada, por preços muito acessíveis. Normalmente eu faço um texto padrão e saio disparando e-mail para todas as pousadas da lista. Com o resultado, basta planilhar e comparar qual a melhor opção.

Digite no google: Pousadas <nome da cidade>, que certamente terá um bom resultado. Veja abaixo este tipo de site para alguns destinos legais.

Praia da Pipa:

http://www.pipa.com.br/hospedagem

Chapada dos Guimarães:

http://www.chapadamt.com.br/pousadasehoteischapadadosguimaraes.asp

Bonito:

http://www.portalbonito.com.br/guia-cidade/pousadas-em-bonito

Jericoacoara:

http://www.portaljericoacoara.com.br/jericoacoara_pousadas.htm

Caso não consiga vagas mesmo assim (isso costuma ocorrer em grandes feriados como Carnaval e Ano Novo), vale a pena ligar e pedir indicação para as próprias pousadas que já estão lotadas. Em 2005, consegui alugar uma casa em Ilhabela por R$ 70,00 a diária no ano novo, a uma semana da viagem.

Antes de Reservar

DSCN1478

Antes de reservar sua estadia, fique atento as seguintes questões:

  • Qual a distância da hospedagem para o centrinho da cidade: Caso não esteja de carro, um local afastado pode dificultar atividades básicas como ir jantar ou fechar passeios;
  • Pergunte sempre se a pousada oferece passeios e quais opções: Cuidado, as vezes os preços das pousadas são mais caros do que em agências. Na Capadócia, fechar um passeio de balão diretamente na pousada deixava o passeio em torno de US$ 70,00 mais caro. Questione, pois com certeza eles levam algum na indicação;
  • Como é o café da manhã: Como bom mochileiro, eu adoro tomar aquele café da manhã “Power” e depois, só jantar. Dependendo da hospedagem, isso não é possível. Neste caso, acrescente o valor de um bom café da manhã para ter base de comparação de preços;
  • É possível pagar com cartão de crédito: Normalmente pagamos algo em torno de 40 a 50% para reservar e o resto após termino da estadia. É importante confirmar se é aceito cartão de crédito, cheque ou seja lá qual for sua forma de pagamento. No Brasil é comum oferecerem descontos para pagamentos com dinheiro. Na Europa, é comum cobrarem uma taxa adicional (normalmente 10%) para pagamento com cartão;
  • Para viagens de longa duração, saber se a pousada oferece serviço de laundry (lavanderia) é uma boa ideia;
  • Como já dito anteriormente, pesquise por comentários de outros hospedes antes de fechar negócio. Dicas como banheiro sujo, quarto mofado podem ser decisivos na sua escolha;
  • Qual horário que se inicia a diária. É muito comum as diárias começarem as 11hrs ou meio dia. Agora, é importante checar para você não ter que pagar meia diária por ter chegado antes ou ter que sair depois.
  • A grande maioria das pousadas tem lockers (guarda volumes) de graça. Porém, já tive a surpresa de me hospedar em locais em que este serviço era cobrado. Isso é essencial para viagem onde o mochileiro irá fazer trilhas de dias, e normalmente não levará toda sua bagagem nesta aventura;

Minha dica final é a seguinte: Antes de explorar a cidade e os arredores, peça a sugestão do responsável pela pousada. É comum você receber dicas muito boas. Se for hostel então … A maioria deles oferecem mapas com os principais pontos turísticos da cidade.

Juntos na Viagem!

10 dicas para fazer a difícil mala compacta, prática e segura

Olá galera!

Neste tópico vamos compartilhar com vocês várias dicas para sua viagem.
A intenção é que sejam desde dicas de planejamento, cronogramas da viagem, restaurantes, lugares e até o que levar na mala.

Para começar, vamos falar da nossa companheira de viagem… A mala, que pode ser de rodinhas pequena, Big e a nossa queridinha Mochila.
Eu (particularmente) tenho mania de organização e não consigo me achar dentro de uma mochila sem critério, já o Edu não tem problema com isso.
Na maioria das vezes, o problema é fazer tudo o que você precisa para um mês, entrar em uma mochila de 50 litros.
O colega do vídeo (abaixo) é mestre em aproveitar espaço, mas não vamos exagerar tanto, até porquê queria ver se ele precisasse de uma meia seca no meio do caminho. Hehehe

Aqui vão algumas dicas que ajudarão um pouco na organização da sua próxima mala. Prometo que quando fizer a próxima, postarei um vídeo.

1) Para poupar espaço e não carregar muito peso reutilize os amenities de hotel (aqueles potinhos pequenos de shampoo, condicionador, sabonete líquido e hidratante).
É super útil em viagens curtas e para viagens longas, compre embalagens pequenas, afinal de contas suas costas merecem férias também.
IMG_20150121_203150298

2) Coloque toucas de banho em cada sapato de viagem, assim ele não encosta nas roupas limpas e poupa o espaço na mala.
3) Para não amassar os sapatos e poupar espaço, coloque as meias dentro dos sapatos.
IMG_20150121_202925522

4) Para deixar os fios organizados e de fácil acesso, guarde os cabos de maquina fotográfica, carregador e fones de ouvidos nas caixas de óculos vazias.
IMG_20150121_203123359

5) Deixe os sutiãs encaixados um em cima do outro e as calcinhas embaixo, assim evitará amassá-los e economizará espaço.
IMG_20150121_204019718

6) Faça rolinhos nas roupas ou dobre 4 vezes verticalmente, assim não amassa e poupa espaço. Se amassar muito, passe o secador de cabelos (se tiver um), pois ajuda a deixar mais apresentável.
IMG_20150121_203721670

7) Para as vaidosas de plantão. Quem não vivem sem um colar, embale eles em plástico filme. Evitará que embarace e façam terríveis nós.
IMG_20150121_203610571
IMG_20150121_203637511

8) Eu não sou muito vaidosa (e mão de vaca), não gasto muito com maquiagem e odiaria tirar a minha maquiagem rara (que nunca uso) da mala e ver tudo quebrado. Para isso coloque algodão em cima do pó, assim pode deixar até na bolsa e evita que vire caquinhos.
IMG_20150121_203921988

9) Para evitar os vazamentos indesejados, coloque plástico filme na abertura dos potes e feche normalmente a rosca ou encaixe a tampa.
IMG_20150121_203327175

10) Para dificultar o furto de pertences da sua mala, tente sempre usar os cadeados ou lacres, fixados em algum ponto fixo da mala, como alças.
O vídeo abaixo mostra como é possível esse furto e como você consegue evitar. Mesmo assim é possível que aconteça, mas não conseguiriam fechar a mala e você já acionaria os responsáveis no próprio aeroporto.

Espero que gostem e mande as suas próprias dicas para o Juntos na Viagem!

Até a próxima! 🙂